Nossos Encontros

O que eu não quero

9.9.17


Eu não quero acordar e não Te ver. Não quero que Você vá embora. Também não quero Te entristecer mais. Não quero andar sozinha. Não quero enfrentar o dia sem o meu motivo. Não quero que as pessoas pensem que eu sou quem eu não sou. Não quero fugir de Você. Não quero conversar só quando eu estiver mal. Não quero que Você seja o meu abrigo para dias sombrios, mas sim que seja a minha morada para todo o sempre. Não quero rir sozinha, quero rir com Você. Não quero cantar para Ti e me contentar em escutar apenas a minha voz. Não quero me basear no que as pessoas me disserem. Não quero acreditar que eu posso viver sem Sua presença. Não quero me desesperar por coisas vãs. Não quero voar se não for com as Suas asas. Não quero escrever poemas que não falem sobre Seu amor. Não quero ter que suprir as expectativas das pessoas. Não quero ser independente de Você. Não quero crescer sem seu auxílio, tenho muito medo de fazer isso e me tornar alguém que não Te agradaria. Não quero ser comum. Não quero ser como todos são. Também não quero fingir nada. Não quero. Eu só... Não quero, sabe?

De alguma forma, eu sei que Você me entende. 

Por: Sah 

Livros

Resenha | O Penúltimo Capítulo, de Clarice Pessato

12.7.17

Autor(a): Clarice Pessato
Páginas: 208
Ano: -
Leitura/compra: Site

                           
Livro da nossa parceira Clarice Pessato 💗


Sinopse:
Ao referir-se a capítulos, a autora faz uma alegoria como se a vida fosse um livro esperando um último capítulo com final feliz, Clarice, uma jovem de 18 anos, ativa e cheia sonhos, vê sua vida se transformar quando foi vítima de um acidente automobilístico que a deixou tetraplégica.

Ela conta a história da luta contra a tetraplegia e a discriminação e que, pela fé, venceu o sofrimento e a falta de respostas, recebendo a capacidade para superá-los. Também mostra como Deus pode usar até mesmo as experiências mais dolorosas de nossa vida a fim de levar-nos para mais perto dEle e executar seus propósitos através de nós.


Resenha
Em poucas palavras, é um livro forte. Forte porque nós temos Clarice, autora e protagonista deste livro, nos passando uma mensagem de fé impressionante. Forte pela importante presença de Deus que podemos notar ao ler o livro. Forte porque toca o coração. Logo no início do livro acompanhamos detalhadamente o acidente automobilístico pelo qual Clarice, aos dezoito anos, passa, juntamente com seu namorado, e vemos de perto as mudanças decorrentes do tal. Nossa personagem fica tetraplégica, porém é notável a esperança dela e até mesmo de sua mãe em relação a volta de seus movimentos. No meio disso tudo, Clarice tem que se acostumar ao seu estado atual, adaptando-se as mudanças e recebendo os constrangedores olhares de seus conhecidos. Uma coisa que eu achei muito bonita, nesse momento inicial, foi a calma de Clarice. Imaginei-a como a mesma menina doce durante todo o livro, porque não a via se revoltando com a vida por conta do que havia acontecido. Não era questão de aceitação, era questão de não culpar o destino, a vida e nem mesmo Deus, e olha que nesse período Jesus ainda nem tinha entrado em sua vida. Achei isso muito bonito mesmo.
Nesse meio termo médicos e mais médicos passam por sua vida e novamente confirmam, muitas vezes de forma grosseira, que ela ficaria assim para o resto de sua vida. Mesmo assim, Clari não se mostra abatida por aquilo. É aí que Clarice e sua irmã começam a frequentar reuniões em igrejas e então Jesus começa a brilhara para ela. É um encontro lindo, que acaba influenciando na vida de sua família inteira. Nossa protagonista, com sua disponibilidade e alegria em servir ao Senhor se dispõe a fazer várias ações para o reino, envolvendo-se cada vez mais na igreja e em Deus. 

Edificante, muito edificante. Embora eu tenha ficado receosa ao perceber que a leitura do livro era diferente dos livros que costumo ler, não tive dificuldade. A autora tem uma escrita muito fluida, abençoadíssima pelas mãos do Criador.

“É Deus quem escreve o último capítulo.”

Gostei muito mesmo. Uma das minhas melhores leituras do ano, certamente. 
✩✩✩✩✩

Acompanhem a autora nas redes sociais: 

Bons Livros

Bons filmes | Quarto de Guerra

12.7.17


Hello
Trago para vocês hoje a indicação de um filme lindo que vi há um tempinho atrás. Eu estava um tanto receosa de indicá-lo pelo fato de achar que não lembrava muito da história, mas percebi que lembro e lembro muito bem. Filmes bons a gente não costuma esquecer, não é mesmo?

Que este seja benção na sua vida!


Sinopse



Tony e Elizabeth vivem um duelo interminável, até que a senhora Clara, uma nova cliente de Elizabeth, a desafia a guerrear pela sua família. Por meio da oração, ela permite que Deus batalhe por seu lar. Enquanto ela inicia seu quarto de guerra, Tony vivencia lutas internas, confirmando o que diz a senhora Clara, que as vitórias não se conquistam ao acaso.

O que eu achei
É emocionante ver a história toda. Elizabeth é uma mulher forte em suas decisões, então observar a luta dela pela reconstrução da sua casa, é lindo. Gostei muito da ideia das orações - ignore o spoiler - no quarto, lembro que na época que assisti eu estava conversando com minha amiga (que havia me indicado o filme) e a gente meio que tinha combinado de aderir a ideia. Não sei se cumpri, mas bem... Só queria deixar claro que esse é o melhor filme que já assisti se tratando de casais em crises. Ver Deus agindo por meio da senhora Clara, na vida de Elizabeth e Tony é massa. Só mais uma prova do que o nosso Deus pode fazer. 

Dá pra gente sair com umas verdades na mente após vermos o filme, uma delas é que o segredo para a solução de qualquer problema, no final das contas, é orar

Amém? 

Confira aqui o trailer do filme:

Até mais. Deus os abençoe! 

Por: Sah

Siga por e-mail:

Wattpad